Curitiba está entre as regiões metropolitanas com as melhores conexões WiFi públicas do Brasil

O aplicativo Instabridge, considerado a maior comunidade de compartilhamento de WiFi público no mundo, fez um levantamento entre as 1 milhão de pontos de internet móvel públicos no Brasil compartilhados por seus usuários para identificar as áreas metropolitanas com as melhores conexões de internet móvel disponíveis para acesso e utilização dos seus 11,5 milhões de usuários somente no Brasil – no mundo, o Instabridge soma mais de 19,5 milhões de downloads.

Entre as áreas metropolitanas mapeadas, Recife ocupa o primeiro lugar do ranking com 41,31% do total de redes disponíveis na região (20 mil) com maior probabilidade de conexão pelo usuário. A classificação do ranking Instabridge leva em consideração a estabilidade da internet, a quantidade de vezes em que o ponto WiFi foi utilizado desde seu compartilhamento por um usuário no aplicativo, atualizações recentes da conexão pela comunidade, entre outros fatores.

Em seguida, ainda entre as cinco primeiras posições estão Campinas (38.40%), Fortaleza (38.22%), Curitiba (38.08%) e Salvador (36.54%). Já as três maiores capitais brasileiras por população, São Paulo, Rio de Janeiro, e Brasília estão nas últimas colocações no top 10 de redes WiFi públicas do Instabridge com probabilidade de conexão e navegação pelo usuário: apenas 33.27%; 33.71%; e 34.03%; respectivamente, do total de pontos WiFi no aplicativo oferecem, de fato, uma boa conexão para o usuário. Em relação ao número de redes WiFi cadastradas no Instabridge, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte têm as áreas metropolitanas com a maior soma de pontos WiFi: 115 mil, 74 mil, 25 mil, respectivamente.

O Brasil é o quarto país com maior número absoluto de usuários de Internet, ficando atrás de Estados Unidos, Índia e China, segundo relatório da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) do ano passado. Entre os usuários da Internet com 10 anos ou mais de idade, 94,6% se conectaram via celular, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua 2016, especificamente para acesso a TV, celular e internet, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Somado a isso, 94% usaram a internet para trocar mensagem (de texto, voz ou imagens).

“Os brasileiros estão usando a internet como uma forma de comunicação alternativa, por isso, a demanda por boas conexões também aumenta. Nossa missão não é apenas trazer internet para todos, mas também oferecer o acesso à internet de qualidade. A rede encurta distâncias, fortalece laços, facilita burocracias”, comenta Niklas Agevik, CEO na Instabridge.
Confira o ranking das dez áreas metropolitanas com maior probabilidade de conexão à internet via redes WiFi do Instabridge:

unnamed (93)

Saiba como localizar uma rede WiFi com melhor conexão:

No último trimestre do ano passado, a Instabridge alterou seus algoritmos para que os usuários pudessem se conectar ainda mais facilmente ao aplicativo e, consequentemente, às redes WiFi ali cadastradas. “Com esta melhoria, o número de usuários que se conectaram à internet com o Instabridge na sua primeira semana de uso aumentou cinco vezes. Essa melhoria se reflete também no dia-a-dia dos usuários. Se você não tem internet móvel e confia no WiFi para as mensagens do WhatsApp, por exemplo, você terá mais chances de receber mensagens ao caminhar pela cidade do que antes dessas mudanças, uma vez que há mais chances de se conectar às redes automaticamente à medida que você passa por elas”, diz Ben Summers, Backend Developer na Instabridge.
A Instabridge, startup sueca de tecnologia que desenvolve o aplicativo mobile de mesmo nome – disponível para iOS e Android –, tem investido continuamente para aprimorar a sua conectividade para que os usuários possam usufruir ao máximo de seus recursos. Um deles é o indicador de redes WiFi com melhor conexão – apenas na versão Android – aplicado em um raio de até 1.250 metros (ou 20 minutos de caminhada) em que o usuário se encontre. Após se conectar automaticamente ao aplicativo, o usuário tem acesso a uma lista com as redes adicionadas ao aplicativo categorizadas pelos sinais verde, amarela e vermelha, indicando da maior a menor probabilidade de conexão e navegação, respectivamente. Outro diferencial do Instabridge é que mesmo que o usuário não esteja conectado a nenhuma rede de internet, ele ainda assim pode acessar o mapa de redes WiFi próximas a ele que estão cadastradas no aplicativo por meio do Mapa Off-line e, assim, se conectar.

O Instabridge possui atualmente 2 milhões de pontos WiFi, sendo metade do total de redes compartilhadas por usuários do Instabridge (1 milhão) no Brasil. São Paulo (245 mil), Rio de Janeiro (105 mil), Minas Gerais (95 mil), Bahia (80 mil), Paraná (60 mil), Rio Grande do Sul (40 mil), Distrito Federal (15 mil) e Paraíba (23 mil) aparecem no ranking brasileiro com o maior número de pontos de WiFi cadastrados. Esse aumento do número de redes no País reflete um crescimento de 200% comparando o último trimestre de 2017 e 2016, período que somava 300 mil redes. O número de downloads somente no Brasil também cresceu: de 3,6 milhões de usuários no último trimestre de 2016 para 11,7 milhões no mesmo período do ano passado, o que representa um crescimento de 225%. No mundo, o Instabridge soma 19 milhões de usuários.

Tags , , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.