9 dicas para se dar bem na Black Friday

A Black Friday acontece no final desse mês e grande parte das pessoas já estão de olho na data para realizar suas compras. De acordo com uma pesquisa realizada pela Social Miner em parceria com a Opinion Box, 78,9% dos brasileiros pretendem comprar na data. Em 2018, a sexta-feira da Black Friday registrou o maior pico de visitas nos sites, representando 11,74% do volume total de tráfego de novembro. Para margem de comparação, o segundo maior pico de acessos no mês foi de 4,76%, no dia 19 de novembro, a quatro dias da data comercial. Pensando em quem pretende aproveitar as promoções, a Infracommerce , full service para e-commerces que atende mais de 60 marcas, dentre elas Nike, Armani Exchange e Mondelez, dá dicas para fazer boas compras.

1) Faça uma lista de compras

Pode parecer simples, mas quando temos uma lista, conseguimos visualizar com mais clareza o que pretendemos comprar. Assim, é possível ter uma noção geral de quanto investimento será necessário e elencar os produtos prioritários.

2) Comece a monitorar os e-commerces

Depois da lista pronta, pesquise os sites nos quais pretende comprá-los e monitore os preços. Empresas idôneas não aumentam os preços antes da data para no dia fazer tudo “pela metade do dobro”, mas ainda assim é importante checar se os descontos são realmente relevantes.

3) Fique de olho no “esquenta”

Muitas empresas começam as promoções antes mesmo da sexta-feira. Por isso, é interessante acompanhar as redes sociais e assinar as newsletters das lojas escolhidas. É possível que você consiga aproveitar um desconto adiantado e já garantir algum item da sua lista.

4) Pesquise a reputação das lojas

Existem diversas ferramentas que disponibilizam informações sobre atrasos e demais problemas dos e-commerces. Para não ter nenhuma surpresa, veja se as lojas escolhidas são de confiança com antecedência, assim você consegue escolher outro lugar mais confiável caso seja necessário.

5) Cheque o certificado de segurança do e-commerce

Um ponto simples, mas muito importante, é verificar se no endereço da loja, antes do “www” tem o protocolo “https”. Esse “s” significa que o ambiente possui certificado de segurança e atesta que os dados do cliente são protegidos por criptografia. Isso evita que as informações do comprador sejam roubadas ou que o cartão de crédito seja clonado, por exemplo.

6) Cuidado com e-mails falsos

Ao receber um e-mail com oferta, cheque se ele é real. Uma dica bem fácil é buscar o nome da loja no Google e clicar em links patrocinados, os primeiros que aparecem na busca, pois são pagos pela empresa para estar no topo, portanto, oficiais. Também é importante tomar cuidado com links divulgados pelo Whatsapp ou Facebook e prestar muita atenção antes de clicar em qualquer link de promoção.

7) Esteja a postos antes da meia noite

Caso você queira muito algum produto ou o e-commerce escolhido tenha anunciado um desconto bem expressivo, uma boa dica é ficar de olho no relógio e se adiantar. Assim, você evita a correria e tem mais chances de chegar primeiro para garantir o produto.

8) Acompanhe depois de comprar

O dia chegou e você comprou tudo o que queria? Agora é importante ficar de olho nos prazos e e-mails enviados pelo e-commerce. Como o volume de vendas na data é muito grande, é importante notar que muitas lojas estendem o prazo, então se você comprou para presentear em uma data, por exemplo, certifique-se de que o prazo informado está dentro do que você precisa.

9) Saiba seus direitos

Para toda compra feita na internet, o consumidor tem o direito de arrependimento e devolução do produto em até 7 dias corridos, ou o direito de troca em 30 dias. Não perca esses prazos e busque contato com os canais oficiais da marca, anotando os protocolos e registrando as informações fornecidas.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Os comentários estão desativados.